terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Se eu pedir cê volta? - Jorge & Mateus

8 comentários


Se Eu Pedir Cê Volta?

Jorge e Mateus

Eu nem lembrava mais o gosto do seu beijo
Há tempo que a gente tava separado
Eu nem imaginava o quanto te desejo
Pensei que o nosso amor era caso encerrado

Foi só te ver de novo pra eu perceber
Que o meu coração,só sabe te querer
bateu uma saudade,uma louca vontade de amar você

Se eu pedir cê volta pro meu coração
pelo amor de Deus não me diga não
vem que tá na hora tá aberta a porta pra você entrar

Se eu pedir cê volta pro meu coração
pelo amor de Deus não me diga não
vem que tá na hora a hora é agora pra você voltar


http://www.vagalume.com.br/jorge-e-mateus/se-eu-pedir-ce-volta.html#ixzz19S6VOh70


Oie! Como foram de Natal? Espero que bem! Voltei hoje de viagem e estou indo viajar novamente amanhã... por isso o post super rápido... Desculpem-me...

Ah, e a música aqui é homenagem à viagem =) Sei lá combinou com o clima de interior... é sertanejo, ouvi bastante essa música...

Enfim, espero que gostem!


*Feliz Ano Novo (adiantado)!

Beeeijos


segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Boas festas!

17 comentários
Mais um ano se passou e...


"De tudo, ficaram três coisas:

A certeza de que estamos sempre a começar,
a certeza de que é preciso continuar,
a certeza de que seremos interrompidos antes de terminar…

Portanto, devemos: fazer da interrupção um caminho novo, da queda um passo de dança, do medo uma escada, do sonho uma ponte, da procura um encontro…"

(Fernando Pessoa)


Image Hosted by ImageShack.us




Image Hosted by ImageShack.us

*Gente: No fim acabei não postando os textos que eu queria por motivos de saúde... E estou indo viajar amanhã, então o blog vai ficar meio paradinho até fevereiro...Se eu conseguir, eu entro em Janeiro pra postar, mas não dou certeza de nada.

*O lay eu mudo ano que vem também, porque agora não vai dar tempo de arrumar tudo do jeito que quero. Obrigada pelas opiniões! Levarei elas em conta, ok?

*Mas o que eu queria dizer mesmo é: Feliz Natal, um ótimo ano novo e aproveitem suas férias ao máximo!

Beeijoos, até o ano que vem!

*Não me abandonem, porque eu volto tá? rs

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Cadê você?

13 comentários
Lembra, Vi, quando éramos jovens? Achávamos que éramos invencíveis e que podíamos nos meter nas mais loucas aventuras sem que nada nos acontecesse... Pensávamos ter o domínio da situação, o controle sobre as pessoas... Acreditávamos ser aquilo que ninguém nunca seria (heróis); ter aquilo que ninguém nunca teria

(amizade verdadeira)

; pelo menos, não como nós.

Éramos inabaláveis, inseparáveis. Desde pequeninos, confiávamos um no outro de olhos vendados e mãos atadas. Acreditávamos que a nossa relação carinhosa (de amizade) seria duradoura...

O que será que aconteceu com o nosso "pra sempre", hein Vi?

♫ Se lembra quando a gente
chegou um dia a acreditar
que tudo era pra sempre
sem saber
que o pra sempre
sempre acaba ♫

E cadê você para me ajudar nesse momento tão complicado? Cadê?




Ps. importante: * Gente, como mudança de fim de ano, eu gostaria de trocar o layout... como não achei nada de que eu gostasse muito, tentei montar eu mesma alguma coisa bonitinha, mais leve... entretanto, não sei se consegui. O que vocês acham do look desse blog que criei como teste? --> http://cruel-one.blogspot.com/


Aguardo ansiosamente a opinião de vocês! Porque se vocês realmente gostaram, eu vou colocar aqui no http://just-me-and-the-world.blogspot.com/

* Ah e outra coisa, estou pensando em mudar o nome do blog também... então não se assustem se não encontrarem mais o http://just-me-and-the-world.blogspot.com/ . Mas pode deixar que eu aviso todo mundo caso eu mude mesmo!

*Àqueles que eu pedi ajuda e àqueles que se dispuseram à ajudar-me, não dispenso a atitude. Se possível, gostaria de dicas de como fazer uns escritos bonitinhos pra combinar com o layout, por exemplo: "Blog Archive, About me, Selinhos, Fui destaque, My tweets, contador de visitas, Seguidores, Top comentaristas". Quais fontes vocês indicam? Quais programas devo usar? O Photofiltre serve? Quais efeitos ficam bons para esse tipo específico de coisa que quero fazer? etc...

*Não sei se estou pedindo muito... rs qualquer coisa podem desistir de me ajudar mesmo e eu vejo o que consigo sozinha...rs Mas mesmo assim agradeço a disponibilidade e vontade de cada um =)

Enfim, meu post termina por aqui... beeijoos à todos!

{em breve, um post sobre natal}

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

A partida

18 comentários
Ele: Esqueça o que passou. Foi apenas mais uma aventura, embora eu tenha adorado o que aconteceu entre nós. Aquele pouco que pude conhecer de você, foi o suficiente para chegar à conclusão de quão maravilhosa você é. E, como já lhe disse antes, você tem algo de peculiar, algo que me atrai, não sei por quê...

Ela: uhm, você não disse para esquecer o que passou?

Ele: Disse.

Ela: Mas ainda assim está relembrando detalhes que dizem respeito a isso...

Ele: Desculpa... Eu achei que conseguiria segurar todo o sentimento que está preso aqui dentro... Importa-se se eu continuar?

Ela: Claro que não. Prossiga, mas tenha em mente que o que passou, passou não volta mais. Bem... Pelo menos por enquanto.

Ele: Está dizendo que não há possibilidade de um flashback? Nem no futuro?

Ela: Talvez... Isso só o tempo irá dizer...

Ele: Está certo... Mas garota, quero que saiba que independentemente do que aconteça, vou me lembrar de você com um imenso carinho. E... Se algum dia rolar alguma coisa... er... Eu não quero que isso interfira na nossa amizade... Não quero que deixemos de nos falar, nunca mais...

Ela: Continuaremos mantendo contato, prometo.

Ele: Ah, como eu queria poder acreditar nessas palavras sem medo nenhum...

Ela: Por que diz isso? Não confia em mim?

(Encaram-se. Ela com olhar curioso. Ele com ar triste).

Ele: Se você soubesse o quanto sofri da primeira vez em que você sumiu sem me dizer nada e ficou anos sem me dar notícias...

Ela (ressentida): Eu imagino, mas não foi por mal...

Ele: Eu sei... Hoje sou capaz de entender isso...

(silêncio)

Ele: Vou te ver novamente?

Ela: Se quiser...

Ele: Claro que quero!

(Ele a fita com um olhar que mal sabia ela, ficaria gravado por muito tempo em sua mente).

Ele: Garota...?

Ela: Sim?

Ele: Posso te dar um abraço antes de você partir novamente?

(Olham-se, abraçam-se e ela caminha dando as costas a ele. Dá uns 3 passos e o mira por cima dos ombros. Ele acompanha cada movimento dela... e cada passo a mais que ela dá, representa uma gota salgada que se cristaliza no olhar dele).

Ele (pensando): “Um dia eu hei de conquistá-la. Sei que ela volta... Um dia volta e seremos felizes...”.


Por Lílian da Silva Braz

(baseado numa conversa de msn)

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Suspiros...

17 comentários



“Ai garota, você é incrível”, pensou M. Como isso era possível? Parece que finalmente havia encontrado não uma mulher, mas uma grande mulher. Há muito procurara por alguém que tivesse um diferencial, que fosse mais singular do que qualquer outra pessoa, que fosse única. E por fim, parece que a encontrara. Além de bonita, meiga e amável, ela tinha um algo a mais que o atraia intensamente.

Certo ar de mistério envolvia aqueles doces olhares femininos e um hálito divino sobressaía toda vez que ela lhe dirigia alguma palavra. Ainda que absorto em suas reflexões, prestava atenção em cada movimento que ela fazia. “... Delicada como uma bailarina, linda como a gota de orvalho que pousa tranquilamente sob as pétalas das flores ao cair da noite... Uma verdadeira princesinha crescida, daquele tipo que qualquer um quebra o pescoço quando olha na rua, mas nem por isso se permite ser esnobe ou ter uma variedade de assuntos limitada”.

Um sorriso dirigido a M. e um suspiro por ele dado. “Ai garota... se um dia, algum cara conseguir conquistar seu amor sincero e poder ter uma vida com você, garanto que ele será um alguém de grande sorte...”


Por Lílian da Silva Braz
(baseado numa conversa de msn)

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Atitude!

18 comentários


Não serei a pessoa que você quase sempre idealiza. Não estarei sempre bem vestida, nos meus melhores looks, nem estarei sempre produzida com os melhores makes. Não pagarei suas contas, nem lhe levarei a chiques restaurantes. Ao viajar ou sair de casa, não lhe trarei presentes comprados, nem caros, muito menos importados. Não lhe darei motivos para me elogiar a torto e a direito, pois não quero que me diga as mais belas palavras, nem que realize os gestos mais românticos apenas para me agradar. Quero que expresse sua opinião a partir da impressão que lhe causei no primeiro momento em que nos vimos e a partir da nossa convivência. Quero que forme uma imagem minha segundo aquilo que sou não segundo aquilo que você imagina que eu seja.

Por: Lílian da Silva Braz

Feito a partir da seguinte frase originalmente surgida numa conversa de msn e adaptada para o post no blog: “por mais que eu goste de você, eu não vou falar coisas para te agradar, o que eu acho eu acho”

domingo, 12 de dezembro de 2010

Eu só queria...

12 comentários

Eu só queria ter o padrão de beleza que você considera o mais adequado. Queria ter o corpo perfeito para chamar sua atenção. Queria ter a idade que você julgasse ideal para ter uma namorada. Queria ser da sua sala tanto na escola quanto o curso de inglês. Queria morar no seu prédio, no seu andar. Queria estar perto ainda que longe e mais longe se perto. Queria poder saber sobre todos os assuntos que lhe interessam, só para mostrar-lhe que talvez eu seja sim uma boa companhia. Queria conseguir entender o que se passa nessa sua cabecinha típica de adolescente, que adora deixar-me confusa. Queria poder decifrar-te e devorar-te num só olhar. Queria fazer tremer-te com todas minhas atitudes. Queria deixar-lhe boquiaberto com minhas surpresas e satisfeito a cada encontro, de forma que você desejasse-me mais e mais a cada segundo da sua vida. Queria tomar conta de cada respiração profunda vinda de você. Queria poder controlar seu coração, mas não seus sentimentos nem seus atos. Queria poder sempre sentir seus batimentos, sua pulsação sob minhas mãos trêmulas. Queria abraçar-te com toda a força que ainda me resta por conta dessa luta pelo seu amor. Queria, ainda, beijar-te sempre que estivesse com vontade... Mas independentemente de todos os meus desejos, eu queria mais do que tudo, apenas uma coisa:


Ser
tudo
o
que
você
sempre
sonhou.




Por: Lílian da Silva Braz

sábado, 11 de dezembro de 2010

Posso não ser...

7 comentários

Posso não ser o bastante para você,
mas sei que posso sê-lo para outro alguém.

Posso não fazer o seu tipo,
mas com certeza faço o de outro alguém.

Posso não ser aquilo que você gosta,
mas alguém há de gostar de mim.

E, por fim, posso não ser importante para você, como eu gostaria...
Mas você sempre foi tudo isso e um pouco mais para mim.

Ainda assim, acredito
que eu deva ser importante para um outro alguém...
Para um desconhecido,
para uma pessoa que eu não sinto absolutamente nada
quando estou por perto...
Por alguém que eu nunca vou amar,
como eu te amo.



Por: Lílian da Silva Braz
Baseado num post desse site: http://estilo.teen.zip.net/ (quando ainda existia né, porque entrei nele agora e vi que está fora do ar)

*PS: Gente, sei que estou escrevendo tudo muito melancólico, desiludido etc mas são textos prontos, que eu já havia escrito anteriormente, só não tinha tido tempo de postar. Então vou terminar de postá-los (faltam mais uns 2 ou 3) aí eu volto a escrever coisas mais alegres. =) Espero que até lá vocês não se cansem dos meus posts... beeijos e obrigada a todos!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Só enquanto eu respirar, vou me lembrar de você...

11 comentários

Por muito tempo, tentei ignorar o que sentia, pensando que ora ou outra isso passaria... Acreditei que aquilo não era amor de minha parte, mas apenas amizade. Enganei-me. Lutei com todas as forças para não demonstrar o que guardava em meu peito. Ansiei por lhe contar o que eu nutria aqui dentro, mas ainda assim, fui cruel. Não me permiti cometer tal atrocidade com tamanha rapidez. Puni-me dia após dia por desconfiar de meus mais puros sentimentos por você. Maltratei-me até o último segundo, até que explodi. Aos poucos, dei indiretas para você entender o que eu já não conseguia mais esconder. E para ter certeza de que minha subjetividade havia sido compreendida devidamente, contei-lhe tudo. Fui o mais sincera possível. E você nem se importou com a minha declaração. Continuei sendo aquela garota invisível, aquela que você não notava...

Obviamente, isso magoou-me... e MUITO! A partir de então, passei a censurar-me cada vez que minha mente ia de encontro a sua imagem. Torturei-me até não me sentir forte o suficiente para evitar suas aparições repentinas em meus sonhos. Criei buracos profundos em meu coração até o dia de hoje. O dia em que resolvi assumir ao invés de maltratar-me ainda mais. Talvez assim seja melhor. Sei que um dia esquecerei que você existiu, que fez parte da minha vida. Mas por hoje... Bem, amo-te e ponto final.

Por: Lílian da Silva Braz

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Penso tanto em você...

2 comentários

Penso tanto em você

         que esqueço até de mim

mesmo sem querer, poder ou dever. Meus pensamentos sempre voam ao teu encontro e fazem-me lembrar da sua voz, do seu jeito... E despertam, ainda, o desejo de ter sua companhia e seu carinho cada dia mais... Bate-me uma saudade dos momentos bons que passei ao seu lado: velhos tempos. Éramos um casal feliz, brincalhão... E, hoje, mesmo não amando você como antes, continuo adorando pensar em ti. Quem sabe ainda nos meus sonhos, eu possa lhe reencontrar...

sábado, 21 de agosto de 2010

Somewhere over the rainbow

3 comentários


Dizem que depois da tempestade sempre brilha um arco-íris, sempre vem a calmaria e com isso, a paz interior. Hoje sei o quanto isso tem de verdade e o quanto é reconfortante sentir-me assim: leve, tranquila, como se nada pudesse me abalar. E hoje... bem, hoje N-A-D-A pode destruir o meu bom-humor! Sofri demais para deixar que algo ou alguém interfira na minha felicidade... Então, vou curtir, sair por aí em busca do sol e dos amigos. Quero compartilhar com eles essa sensação tão boa, que me deixa flutuando... Flutuando em algum lugar acima das nuvens, acima do arco-íris...

Por: Lílian da Silva Braz

sábado, 7 de agosto de 2010

Ursinho de dormir

6 comentários

Quando estou com você, sinto-me segura. Há um tipo de proteção envolvida, algo além de apenas sentimentalismo.

Quando estamos juntos, parece que o mundo pode desabar e, ainda assim, estarei tranquila por tê-lo em meus braços.

Levo-te comigo por todos os cantos durante meu caminhar, mas é na hora de dormir que lhe aconchego em meu colo. É antes de fechar os olhos que entrelaço minhas mãos ao seu redor, aperto-lhe com força, conto-lhe sobre meu dia e sinto-me reconfortada.

É um alívio ter-lhe sempre por perto, meu ursinho de dormir...

Por: Lílian da Silva Braz
video

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Ah, como eu queria...

10 comentários
Ah, como eu queria poder lhe dizer quem eu sou
e ter a certeza de que você não me desprezaria
se soubesse de toda a verdade...

Como eu queria que você não me ignorasse
ao saber que aqueles bilhetes, fui eu quem lhe escrevi.
Que aquelas palavras, fui eu quem lhe falei.
Que aqueles presentes, fui eu quem lhe dei.

Como eu queria poder revelar minha verdadeira identidade,
sem ter medo da sua reação.
Como eu queria que nada mudasse entre a gente,
mais do que já mudou.

Incertezas impedem-me de ser quem eu sou
(quando estou ao seu lado).
Porque sei que não será o mesmo
quando descobrir que eu fiz tudo aquilo por você,
para ter seu coração.

Venho plantando esperanças,
regando desilusão
e colhendo decepções...
Será que um dia isso mudará?
Não sei... Apenas sei que nada sei.
E apenas desejo que toda essa história incerta
não termine pior do que começou....

Por: Lílian da Silva Braz

domingo, 18 de julho de 2010

Um [não]-conto... de fadas.

11 comentários


Era uma vez uma não-princesa, que vivia em um não-castelo, desconhecido, por sinal. Aos 18 anos casou-se com um não-príncipe. Aturou suas não-qualidades e divertiu-se com seus não-defeitos. Viajaram para um não-lugar, com não-pessoas em um não-transporte. E foi em meio a todas a essas negações que viveram felizes para todo o sempre!

Por: Lílian da Silva Braz

terça-feira, 13 de julho de 2010

You could be the one

7 comentários


I still wanna be your girl.

You could be that guy
who steals my heart.
You could be
the only one for me...
You could be the person I'd give my soul to.
You could be that one
to whom I'd offer all my deepest feelings.
You could be the one
Who would receive all my love...
If you wanted to.

Por: Lílian da Silva Braz.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Desejos

10 comentários

Desejo todos os dias, ao acordar, que minha vida seja um filme de cinema. Desejo ainda mais, que tudo aconteça exatamente como aquilo que li nos livros, mas com algumas características de pessoas reais. Ardentemente, desejo ser a mocinha... No caso, Bella Swan. Desejo ter dois deuses gregos disputando pelo meu amor, pela minha presença, pelos meus beijos... Desejo estar constantemente em perigo, só para que algum deles venham me salvar. Desejo noites quentes, para que a pele de Edward me refresque. E desejo noites extremamente frias, para que Jake possa me acolher, me esquentar... Desejo momentos românticos, com um alguém mais do que especial, que eu sei que vai me amar acima de tudo; que eu sei que vai me proteger sempre, mesmo quando não for realmente necessário [ainda que eu seja completamente desastrada].

Desejo beijos medrosos, como aqueles dados por Bella Swan e Edward Cullen. Mas desejo, também, momentos de descontração ao lado de Jacob Black. Desejo tocar seu corpo, encarar seus olhos, sentir sua pele, observar seu jeito sedutor... Desejo receber um beijo mais profundo e mais quente que o de Edward. Desejo divertir-me e ter a oportunidade de fixar em minha mente a imagem dessas duas pessoas inexistentes.

De um lado, uma criatura alta, pálida, loura, com olhos que variam do marrom ao caramelo. Um vampiro com virtudes e valores arcaicos, que faz derreter o coração de qualquer garota. Um vampiro que é romântico ao extremo, mas ao seu modo. Que morre de ciúmes da razão de sua existência, mas que não causa intriga nenhuma... Um ser digno de receber como esposa, a dama mais pura de todas...

De outro lado, uma criatura igualmente alta, porém morena, musculosa, de olhos negros, pele quente e macia... Uma criatura dócil, ainda que tenha um gênio forte. Um ser com rostinho de bebê e corpo de homem, capaz de tirar o fôlego de qualquer observadora... Um lobo, não menos digno de encontrar a mulher de sua vida, que o amará eternamente... [ainda que por imprint].

Desejo ardentemente ter tudo aquilo que não é real, mas que me faz sentir alheia ao meu mundo particular e sem graça, cheio de sofrimento: desejo Edward Cullen e Jacob Black. Desejo ser Isabella Swan. Desejo ter aquela vida, viver aqueles momentos, com aquelas pessoas, daquela forma.

Desejo tudo aquilo que jamais terei: a perfeição, o amor puro e verdadeiro desde suas raízes e duas beldades que me amam... [sendo que uma delas, eu amo mais].

Por: Lílian da Silva Braz

domingo, 27 de junho de 2010

Ah, se eu soubesse!

8 comentários

Ah, se eu soubesse, que era a última vez, não teria dito nada do que disse, não teria feito nada além de te abraçar e aproveitar cada segundo sem tirar os olhos de ti.

Se tivessem me avisado que era a última vez, eu poderia implorar para que você ficasse mais um pouco, só para te explicar que mais um pouco seria muito pouco, e que por menos que fosse, já seria muito para mim... Se eu soubesse... Ah, se eu soubesse!

Falaria-te mil coisas, sem dizer uma única palavra. Mostraria-te mil dias de agonia em apenas um olhar. E quando você estivesse saindo, eu lhe chamaria de volta e daria um último abraço, com todo o carinho que ninguém mais vai te dar!

* Apenas prevendo o que acontecerá semana que vem... Será? Muito provável...

*Texto retirado da comunidade do Orkut: "Ah, se eu soubesse" --> http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=58873297

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Pensamento

10 comentários

Em nós, há qualquer coisa, de eterno e inconfundível, que se imprime no sorriso, no olhar, no pensamento; - qualquer coisa que vive, além de nós, e nos assinalou O espírito do Artista.

Teixeira de Pascoaes (poeta Português). Poema XII do livro Regresso ao paraíso.

domingo, 20 de junho de 2010

Brasil!

2 comentários
Assisti ao jogo de hoje e, realmente, senti uma vontade IMENSA de postar sobre ele! Não que eu entenda muito de futebol, mas em todo caso estava torcendo! =D rs

Ainda bem que ganhamos, mas ainda assim fiquei com uma raiva tremenda!!! Aquele juiz estava de sacanagem, não é possível! (francês também, né). Fora os jogadores da Costa do Marfim, que eu vou te contar, viu? Uns cavalos mesmo! Parece que queriam desmontar o time brasileiro a qualquer custo. Primeiro o Elano, que saiu super machucado e o juiz nem fez nada ¬¬'. Depois o Kaká é expulso, por pouca coisa... convenhamos que foi merecida aquela cotovelada no jogador da Costa do Marfim. Eles estavam impossíveis! grrrr. Fora a confusão toda, né? (ainda por causa do Kaká).Todo mundo indo pra cima dele ¬¬'

Mas apesar de tudo, esse jogo foi o que me motivou, que me deu uma esperança maior de que o Brasil pode sim ir para frente e pode sim vir a ganhar a Copa =)

Agora é só esperar pelas próximas partidas e continuar na torcida!


Brasil (2) X Coréia do Norte (1)

Brasil (3) X Costa do Marfim (1)

sábado, 19 de junho de 2010

Saudade...

3 comentários
Hoje eu senti uma saudade tão grande de você...
Aí resolvi mandar um abraço.
Não é um abraço comum, é um abraço muito apertado.
Para demonstrar o carinho que sinto por você e,
O desejo de te ver feliz, sorrindo,
Superando tudo e qualquer problema.
Desejo que seus dias sejam sempre brindados
Com a energia do Sol e o brilho das estrelas!
Esse abraço também é para agradecer!
Obrigada por ter me dado a oportunidade de conhecer-te
E por você fazer parte da minha vida! (alguns mais, outros menos. Mas todos importantes)


Post dedicado às seguintes pessoas: Doug, Jet, Luan, Vini, Orl


Principais músicas/bandas que me lembram as pessoas mencionadas: These Days (Bon Jovi); Será (Legião Urbana); Charlie Brown Jr.; If today was your last day (Nickelback); Pra perto de você (Wi-Fi).

domingo, 13 de junho de 2010

Cuidado!

3 comentários
Ausência em demasia pode provocar o esquecimento.

Oops! Acho que te esqueci...

*Os comentários serão respondidos assim que possível...

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Quebre a rotina! Liberte-se!

17 comentários
Contrarie princípios, seja excêntrico, destaque-se em meio à multidão, não siga todas as regras à risca, discorde dos outros, pense criticamente, argumente embasando-se em fontes confiáveis, acorde para a vida, surpreenda-se, surpreenda quem está ao seu redor, vá às ruas, manifeste-se, proteste!

Quebre a rotina! Liberte-se!


*Vou demorar um tempo pra responder os comentários em razão do feriado e da monografia que eu tenho pra fazer. Demorarei pra postar também... beijos!

terça-feira, 25 de maio de 2010

I love you, boy

6 comentários
Você não tem noção do que me causa ao falar comigo. Não imagina até onde eu iria pelo seu amor. Talvez você não saiba tudo o que eu faria para lhe conquistar...e talvez, um dia, você perceba todas as minhas artimanhas, todas as minhas estratégias para isso.

Você não reconhece a minha felicidade ao saber que está ao meu lado... mas acima de tudo, você não nota o quanto meu coração vibra quando recebo uma notícia sua ou quando me faz um elogio, ainda que por amizade. Você não sabe que quase tenho um infarte quando alguém comenta sobre você... ou quando você mesmo comenta sobre as outras pessoas.

Talvez você nem saiba que passo noites em claro, pensando em nossas conversas, nas suas palavras... Mas o mais importante que você parece não saber... é que eu...


* Ps: Post escrito de acordo com o que veio na cabeça =) Portanto, não está tão bonitinho quanto os outros...
Os comentários serão respondidos no fim de semana =)
beijoos!

domingo, 23 de maio de 2010

O seu coração tem buraquinhos?

7 comentários


It's simple. Isn't it?


Um vazio aqui dentro, toma conta de mim. Um misto de sensações boas e ruins...Momentos passam pela minha mente; conversas prendem-se à minha memória... Um alívio e um conforto imenso percorre minh' alma provocando-me uma tensa inquietação. O que será que há por trás desse tranquilo e turbulento dia? Será que são efeitos das nossas conversas? Talvez. Mas o que ainda me incomoda tanto quando estou diante de você? Por que fico tão nervosa ao lhe ver? Ao notar sua plaquinha subindo no msn dizendo-me que ficou online. E em seguida ausente...e mais cinco minutos: "invisível"... Por que será que tudo isso me faz tremer? Por que seus atos e suas palavras fazem palpitar mais e mais rapidamente o meu coração? Não sei... Talvez eu goste mais de você do que antes havia pensado... Será que você merece o meu amor? Talvez. Posso guardar esse meu profundo sentimento; deixá-lo num cantinho escondido do meu coração. Mas ainda que eu o faça, sentirei um vazio... tão belo e inquietante quanto aquele inicial. Ainda faltará uma peça do meu quebra-cabeça particular... e o meu coração permanecerá repleto de buraquinhos...


*Recados rápidos: G_dark --> não consegui entrar no seu blog

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Agradecimentos

9 comentários


Muiiiiito obrigada por tudo! =) Eu precisava dessa conversa.

*Ser feliz do meu jeito é ser feliz ao falar contigo! É saber que você está presente. E isso basta! *
(Uma amizade que surgiu na hora certa)

sábado, 15 de maio de 2010

Para você...

6 comentários


Sentirei sua ausência
tamanha a falta que me fará.
Sentirei por não tê-lo ao meu lado,

por não mais existir nossas conversas,
por não mais ver seus sorrisos...

Sentirei falta de ouvir sobre seus problemas
e de aconselhá-lo.
Sentirei falta dos momentos
em que o vi feliz,
bem como dos dias em que estava usando óculos.

Sentirei ainda mais
a falta dos seus abraços
que um dia me fizeram tão bem...

{Por Lílian da Silva Braz}

terça-feira, 11 de maio de 2010

São assuntos do coração...

9 comentários





Vou esquecer-me de que um dia lembrei-me de você

{Por Lílian da Silva Braz}

sábado, 8 de maio de 2010

O que faz você feliz?

6 comentários


1) Beijo na boca, beijo roubado.
2) Sorriso sincero.
3) Brisa Fresca, sol da manhã.
4) Música tranquila ou agitada para acompanhar o momento.
5) Férias longas, Fim de semana.
6) Almoço de domingo no interior.
7) Família reunida, animais de estimação.
8) Inverno, banho quente. Verão, banho frio.
9) Amor verdadeiro, amigos fiéis.
10) Ida ao shopping, cinema.
11) Viajar para onde gosto.
O que te faz feliz?
* (respondam a essa pergunta nos comentários =D )

sábado, 1 de maio de 2010

Um abraço

14 comentários



Mais uma vez acordo com o coração apertado, palpitante. Um pressentimento capaz de torturar uma boa alma até que ela se desfaça... uma sensação de que ainda há algo errado. Mas com quem? Comigo ou com aquilo que está ao meu redor?

Continuo meu leve caminhar, rumando numa direção qualquer... Penso mil coisas ao mesmo tempo, ao passo que as batidas do meu coração aceleram-se cada vez mais... Apenas um segundo e não poderei suportar tudo isso...apenas um segundo para lágrimas rolarem sob minha face...Será que aguento? Será que eu posso encarar todas as preocupações sozinha? (Sozinha, a palavra ecoava em meio aos pensamentos).

Dou o último passo até chegar ao meu destino final. Encontro-te de braços abertos, pronto para me acolher. E como se já não bastasse, vejo em seu rosto um sorriso de satisfação por poder ajudar-me de alguma maneira.

Chego mais perto, então. Seus braços me envolvem e me apertam confortavelmente. E de repente é como se toda a minha realidade desaparecesse. É como se todo o cinza da minha vida desse lugar a um colorido tão lindo e chamativo que me fez nunca mais querer me distanciar de você... um abraço tão gostoso e preciso que foi capaz de mudar o meu humor por um longo período de tempo, que fez milagre e transformou uma pequena garotinha numa grande mulher.

domingo, 25 de abril de 2010

Talvez...

16 comentários



Talvez minha ausência seja tua melhor companhia. Já que minhas palavras nada te dizem e o meu silêncio pouco te importa.


{por Lílian da Silva Braz}

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Sentimento...

6 comentários


Não é complicado perceber minha essência,
o que eu realmente sinto dentro de mim.
Quando eu quero esconder algo, insisto.
Porém basta ler meu olhar para ver
o que eu realmente estou sentindo.

"Um dia você aprende que não importa em
quantos pedaços o seu coração foi partido,
o mundo não pára para que você o conserte"
{O menestrel - Veronica Shoffstall -> adaptação por William Shakespeare}

sábado, 17 de abril de 2010

Medo?

16 comentários

A lua cheia ilumina a floresta com seu brilho ofuscante. Ouve-se um uivo longo e arrepiante. O vento sopra cada vez mais forte, produzindo um zumbido e trazando as escuras nuvens para perto de um celeiro, onde se esconde uma menininha frágil e indefesa. O farfalhar das árvores agora aumentam, fazendo a garota tremer ainda mais... A porta de madeira começa a ranger e da janela já não se vê mais uma estrela sequer... A escuridão toma conta do local e o medo vai dominando a pobre garotinha... Seu coração palpitante e acelerado, sua respiração ofegante. Inicia-se a tempestade. A menina deseja gritar, mas sua voz quase não sai...meio roouca, faz uma segunda tentativa, sem sucesso. Encolhe-se ainda mais, abraçando os joelhos e reza para que o pesadelo acabe... Um vulto aparece na janela, segurando um facão ensanguentado. Um raio cai lá fora e um relâmpago o ilumina: um rosto desfigurado, um psicopata, serial killer, pronto para atacar. Pula a janela e segue em direção à menina, que está prestes a desmaiar por conta da adrenalina que domina sua alma... O vulto a pega no colo e coloca o facão junto ao seu pescoço. Percebe então, que algo caíra no chão... Hesita por um instante, abaixa-se e... depara-se com uma linda bonequinha de pano, de vestido cor de rosa com flores estampadas. Lembra-se então que dera uma dessas para a filha antes dela ser sequestrada pela mãe. Olha uma última vez para a menina já desmaiada em seus braços... E sem dó nem piedade lhe enfia a faca no coração, mesmo com as lágrimas escorrendo pela horrenda face... Em seguida, faz o mesmo consigo...

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Para refletir...

4 comentários

domingo, 4 de abril de 2010

Da minha vida cuido eu!

4 comentários


Algumas pessoas não se contentam em cuidar da própria vida e necessitam cuidar da vida de quem está ao lado. Por que será? Juro que não entendo esse pensamento de ter sempre alguém prestando atenção nos passos do outro, julgando e condenando tudo aquilo que fizeram ou deixaram de fazer... Penso que cada um é responsável por seus atos e pelas respectivas consequências. Cada um sabe os próprios limites e tem conhecimento de quando é a hora certa de ultrapassá-los ou não. É desnecessário ter sempre alguém vigiando o que você faz, ouvindo o que você fala, lendo o que você escreve para extravar... Às vezes fico viajando nos meus pensamentos, tentando entender de onde vem tanta curiosidade de um ser humano só... Eu diria até que tudo isso é inveja ou quem sabe preconceito. Inveja, porque muitas dessas pessoas podem querer ser você, ter a sua vida, poder fazer o que você faz. E preconceito, porque nçao cultivam as mesmas crenças que você. Porque pensam de maneira diferente. Mas ainda assim, isso não justifica o desrespeito para com o outro. Não sei quantos concordam comigo, mas cada um deve cuidar daquilo que é seu e esquecer por pelo menos um momento o que não lhe pertence. Afinal, não há nada mais irritante do que pessoas lhe dizendo o que você deveria ou não ter feito e de que modo...

Sentimentos

2 comentários


Você já se sentiu como se nada no seu mundo pudesse se encaixar? Já se sentiu estranho (a) a ponto de não reconhecer seus verdadeiros sentimentos? Pois bem, estou assim há algum tempo. É como se os sentimentos estivessem todos juntos... Alegria, raiva, tristeza, euforia, tédio...

Talvez eu esteja assim, porque as férias estão acabando e eu já voltei para casa. Talvez seja por causa dos problemas que enfrento diariamente... Ou quem sabe é pela faculdade que começa amanhã... (uma novidade na minha vidinha parada). É. Pensando bem, é por causa disso mesmo. Eu estou mesmo um pouco angustiada... Não sei se irei ao trote, não conheço ninguém de lá, não sei como serão as aulas e os professores. Não sei, inclusive, se gostarei do curso. Espero que sim.

E embora eu esteja com medo de iniciar essa nova fase da minha vida, devo compreender que nada é um bicho de sete cabeças. É preciso boa auto-estima, fé e determinação para seguir em frente, afinal, um simples obstáculo não pode impedir uma caminhada.

Enfrentarei, portanto, todos os meus medos e veremos o que acontece. Espero que vocês torçam por mim, assim como eu torço para vocês terem sucesso em tudo que fizerem =)